BUSCAR NO SITE:  
UCAM AVM

Pós-Graduação Presencial

MBA EM ENGENHARIA DA QUALIDADE - VER DISCIPLINAS
 Unidade Turno Início Valor (R$) Inscrições Próx. Turma Pré-inscrição
CENTRO 3ª NOITE 23/02/2019 13x310,00 Abertas   PREENCHER FICHA



Objetivo

Ementa em atualização....
 

Disciplinas

1 - CUSTOS DA NÃO QUALIDADE

em atualização...

2 - GESTÃO DO CONHECIMENTO E INOVAÇÃO

Conceito e delimitação da sociedade do conhecimento e da Sociedade; Explicação da competitividade baseada no conhecimento; Relacionamento da inteligência com a gestão do conhecimento; Histórico da Gestão do conhecimento e principais conceitos; Definição de Capital Intelectual; Definição de propriedade intelectual; Conceitos relacionados à inovação; Apresentação dos atores do processo de inovação e o contexto em que atuam; Principais habitats de inovação, entendidos como ambientes de incentivo às atividades de inovação. Disciplina desenvolvida na Secretaria Virtual.

3 - LOGÍSTICA INTEGRADA - MODELAGEM COM ARENA

Logística Integrada - histórico da logística, conceitos, cadeia de suprimentos e nível de serviços; Custos logísticos - estoques, transportes, armazenagem; Simulação de sistemas - introdução: metodologia, softwares; Simulação utilizando o software ARENA - princípios básicos de funcionamento, template basic process, exemplos; Simulação utilizando o software ARENA - Template Advanced Process - exemplos; Aplicações básicas e avançadas de simulação em logística - modelos para definição e otimização de rotas, modelos para definição de estoques ótimos e armazenagens.

4 - METODOLOGIA DA PESQUISA E MONOGRAFIA

Métodos de estudo: fichamento, resenha, organização do trabalho científico. Referências bibliográficas. Métodos e técnicas de pesquisa. Projeto de pesquisa. Monografia. Elementos metodológicos da monografia. Uniformização redacional. Disciplina desenvolvida na Secretaria Virtual.

5 - OTIMIZAÇÃO DE PROCESSOS COM LEAN SIX SIGMA

Definições: O Pensamento LSS de Otimização de Processos ; Etapas; Estruturação do trabalho; Macro-processos (SIPOC); Decomposição do y em sub-extratos. Medições: Mapeamento interfuncional de processos com visão de oportunidades rápidas; Mapeamento de variáveis e priorização (matriz causa-efeito); Planejamento da coleta de dados; Adequação da frequência de coleta de dados; Análise básica do sistema de medição; Visão prévia da estabilidade do processo e robustez. Análises: Exploração de dados de forma gráfica; Cálculo de medidas resumo; Avaliaçãoe adequação da frequência de coleta de dados; Exploração de dados usando ferramentas estatísticas básicas. Implementação e Melhorias: Planejamento de ações de melhoria(B); Avaliação de riscos das soluções (FMEA- adaptada); Acompanhamento das ações. Controles: Controle do processo de rotina. Gráficos de controle - CEP; Análise e Controle de causas especiais; Planejamento de ações de controle dos processos (A). Link com a Engenharia da Qualidade de Produtos e Serviços: Como a gestão com Lean Six Sigma (LSS) interfere e contribui para o desenvolvimento e melhoria de produtos e serviços: exemplos de outros países, empresas world class; Como se dá a mensuração dos resultados: eficácia das práticas ao longo do tempo; Exemplos de ordem de grandeza de ganhos financeiros oriundos da aplicação do LSS: Tempo de Retorno de Investimentos; Adaptação para pequenas e médias empresas: é possível? Quanto custa estruturar e implementar o LSS? Qual a estrutura necessária (pessoal, equipamentos, treinamentos, gestão)? Em quanto tempo observam-se resultados significativos? Aspectos que podem levar ao insucesso do projeto LSS.

6 - PLANEJAMENTO DA QUALIDADE E DE SISTEMAS DE GESTÃO

Definição de Processo Organizacional; Composição de um Processo; Componentes do Processo e as relações entre eles: Requisitos de clientes - como são definidos e repassados para os processos; Procedimentos operacionais (PO´s): importância para a Gestão de Processos: prática de elaboração de PO´s; Elaboração de Indicadores de Desempenho; Como efetuar a medição de desempenho; Fundamentos da Qualidade Total e aplicação aos processos; Foco no cliente, interno e externo: o que significa? Ciclo PDCA: como transformar o mecanismo em ação gerencial; Identificação e Solução de Problemas Organizações: prática; Ferramentas da Qualidade, Básicas e Avançadas: Papel na Gestão de Processos; Como mensurar os resultados de Programas de Gestão pela Qualidade Total; Sistemas de Gestão da Qualidade: o que é e como estruturar; Como planejar a Qualidade, para produtos e serviços: prática; Planilhas para mapeamento de processo; Prática de mapeamento de processo.

7 - PRINCÍPIOS DE CONFIABILIDADE APLICADOS À ENGENHARIA DA QUALIDADE

Introdução à Confiabilidade: medidas de confiabilidade e definições básicas; Distribuições de probabilidade: estimativas de parâmetros e tempos-até-falha; Função de risco ou taxa de falha: interpretação, exemplos, para assimilação; Ciclo de vida de produtos - Distribuições; Exemplos de análise de sistemas; FMEA (Failure mode and effect analysis) e FTA (Fault tree analysis)6. Como elaborar uma FMEA; Aplicação de FMEA - exemplo sobre COMO elaborar uma FMEA - Importância para a gestão da confiabilidade; Confiabilidade aplicada ao desenvolvimento de produtos; Manutenção centrada em confiabilidade e TPM - Total Productive Maintenance.

8 - PRINCÍPIOS DE METROLOGIA INDUSTRIAL

Histórico e considerações iniciais; O Sistema Nacional de Metrologia (SINMETRO); O INMETRO e sua missão como órgão executivo do SINMETRO; O Acordo de Reconhecimento Mútuo (MRA) do BIPM e sua importância; A importância da metrologia; Porque, quando e o que calibrar? As Redes Brasileiras de Calibração e de Laboratórios de Ensaios (RBC e RBLE); A norma ABNT NBR ISO/IEC 17025:2005 - instrumento fundamental para a gestão laboratorial; O Sistema Internacional de Unidades (SI) - seu uso correto; O Vocabulário Internacional de Metrologia (VIM) - elucidando polêmicas; Incerteza de Medição - evidência do grau de qualidade de um resultado de medição; Periodicidade de calibração; Análise crítica de certificados de calibração

9 - PROGRAMAÇÃO E CONTROLE DA PRODUÇÃO

Introdução à Programação e Controle da Produção (PCP): A Empresa e o PCP; Funções do PCP : Princípios fundamentais e prioridades. Sistemas e estratégias de produção; O PCP na Empresa. Produção sob encomenda, em lotes e produção contínua; Fases do PCP: Projeto, Programação, Plano de Produção e Controle da Produção; MRPI e MRPII; Dimensão econômica: Capital financeiro e econômico. Ponto de equilíbrio; Programação da Produção. Fatores determinantes do Plano de Produção. Previsão de Vendas. Adequação com a capacidade operacional; Sistemas Just In Time - JIT; Sistemas de Integrados de Produção. Sistemas Flexíveis de Manufatura. Plano de Produção: Estimativa quantitativa. Ciclo Produtivo.Métodos; Programação da Produção. Elaboração do Plano de Produção. Fluxograma do produto; ERT (caminho crítico), Programação Linear; Controle da Produção. Métodos de Controle; Programação e controle de estoques. Sistemas de controle de estoques. Classificação de estoques; Prática: Elaboração de Plano de Produção.

10 - PROJETO E DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS

Principais etapas do Projeto e Desenvolvimento de Novos Produtos e da modernização da linha existente: Diagramas de fluxo do P&D de NP, Concepção da ideia de produto; Importância do planejamento em todas as etapas do lançamento e as interfaces com a cadeia produtiva e de marketing da empresa; Área responsável pelo P&D de NP; interface com o Marketing; Atributos que asseguram diferenciação para o projeto do produto e aderência à demanda do cliente: papel do Benchmarking e da Pesquisa de Mercado para o P&D de NP; Conceitos da análise do ciclo de vida e da gestão do portfólio de produtos; Metodologias para controle de projetos - cronograma, curva S, análise de valor, indicadores e eficiência e de satisfação do cliente interno e externo; Desenvolvimento propriamente dito do novo produto: variáveis de controle; Papéis do CFD e QFD para o P&D de NP (CFD = Customer Function Deployment e Quality Function Deployment) - conceitos; Papel da Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) em mercados de commodities para o P&D de NP; Validação de novos produtos (ou reformulados): como é realizada?; Papel da embalagem como integrante do produto e a sua importância como divulgadora e vendedora dos atributos; Papel dos fornecedores de matérias-primas para o P&D de Novos produtos: definição de materiais, parcerias; Noções sobre formação de preço de novos produtos; Apresentar e estimular o debate tomando por base projetos de produtos perenes, "tropicalizados" e formadores de novos conceitos de mercado; Exemplo de P&D de um novo produto.


APENAS PARA ALUNOS COM GRADUAÇÃO.

AULAS 1 VEZ NA SEMANA :

  Exceto o curso EXCELÊNCIA NO DIREITO IMOBILIÁRIO que tem aula duas vezes na semana.

Segunda a Sábado | Manhã: De 8h às 12h | Tarde: De 13h às 17h | Noite: De 18h30 às 22h30

Acesse as Unidades

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INSCRIÇÃO:

Xerox autenticada do diploma ou Certidão de graduação
Xerox da identidade
Xerox do CPF
Comprovante de residência (Xerox  ou Original no nome do aluno)
1 foto 3x4 atual

* Na Falta temporária de alguns documentos, a inscrição poderá ser efetuada condicionalmente.
** Consulte nossos programas de Complementação para ex-alunos.

MANUAL DO ALUNO:

 Manual do Aluno - Pós-Graduação Presencial e MBA
 Manual do Aluno - DFM

Compartilhe:

 

©2018 - AVM - Todos os direitos reservados.
11/12/2018 - 20:27:00